quarta-feira, 9 de maio de 2012

Casos de violência contra a mulher no Brasil. Paragominas tem a primeira colocação.

  • O município de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, ocupa a segunda colocação no ranking nacional de casos de violência contra a mulher. O dado foi divulgado nesta segunda-feira (7), pelo Instituto Sangari. No ranking de Estados, o Paraná aparece na terceira colocação, atrás apenas de Espírito Santo e Alagoas. Os dados são referentes ao ano de 2010.
De acordo com o levantamento, Piraquara registra uma taxa de 24,4 casos de homicídios de mulheres por 100 mil habitantes – a primeira colocação é de Paragominas (PA), com 24,7 mortes de mulheres a cada 100 mil habitantes.
Outros cinco municípios paranaenses constam na lista do Instituto Sangari. São eles: Araucária (22º lugar, com taxa de 13,4 homicídios por 100 mil habitantes); Fazenda Rio Grande (32º lugar e taxa de 12,2); Telêmaco Borba (39º lugar e taxa de 11,3); União da Vitória (46º lugar e taxa de 11,1); e Curitiba, no 59º lugar e taxa de 4,7 mulheres assassinadas.
O Paraná apresenta taxa de 6,3 homicídios de mulheres a cada 100 mil habitantes – O Espírito Santo lidera o ranking com taxa de 9,4, seguido de Alagoas com 8,3.
A média nacional é de 4,4 homicídios de mulheres a cada 100 mil habitantes. No ranking internacional,  o Brasil ocupa a 7ª colocação – El Salvador lidera com 10,3 assassinatos de mulheres a cada 100 mil habitantes.


Nenhum comentário: