terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Com 9 milhões no caixa, Prefeito de Santa Luzia decreta estado de emergência

Como já era de se esperar, o então prefeito da "Terra Querida" muito preocupado com a verdadeira casa de mãe Joana em que estava transformando-se a sua administração, resolveu decretar estado de emergência, com o objetivo de reunir em sua pessoa "nenhum pouco egocêntrica",  plenos poderes sobre os mais de 9 milhões de reais que estão acumulados nas contas da prefeitura de Santa Luzia do Pará, recursos provenientes das arrecadações municipais e repasses do Governo Federal que estão nos cofres públicos desde o dia 01 de outubro de 2012. Período em que o atual gestor municipal sagrou-se de forma muito duvidosa, vencedor das eleições.

O decreto 012/2013 tenta desesperadamente passar uma imagem de que o responsável por todo o descaso em que encontra-se o município de Santa Luzia, seria o ex-prefeito Lourival Fernandes de Lima (PT), mais em nenhum momento ele assume que era Zaqueu Salomão (PSD), colocado no cargo pelo atual prefeito, quem estava há 10 meses no poder, depois do maior golpe a soberania do povo Luziense de todos os tempos, e que era a famigerada "Família 22" quem assumiu o comando financeiro do município durante todo esse tempo.  

Na próxima postagem, vamos apresentar o demonstrativo completo da arrecadação municipal, durante este período e desmascarar mais essa tentativa de ludibriar o povo Luziense, em especial os servidores públicos municipais, que já descobriram que eram felizes e não sabiam, no tempo em que o prefeito Louro estava administrando o município.

Um comentário:

Anônimo disse...

Gostaria de saber qual é o grau de parentesco entre o Gedson e o Srº Lorival Ferndes de Lima? acho que o nepotismo é uma historia antiga dos gestores anteriores.