sexta-feira, 12 de outubro de 2012

São Paulo: Serra faz acordo com Malafaia que ataca Haddad

Vocês meus queridos leitores, já devem ter lido neste blog milhares de vezes a frase "José Serra é covarde, ele não bate no adversário, manda bater". Mais uma notícia que comprova que estamos certo: Está no jornal O Estado de SP; "Tucano combina com pastor ficar fora de ataques a 'kitgay'

Segundo o jornal, a campanha do PSDB acertou com o pastor Silas Malafaia não ligar Serra aos ataques a Fernando Haddad, mas não impôs restrições às críticas feitas pelo pastor ao " kit gay"para evitar que a exploração sobre o assunto na campanha seja mal recebida por eleitores mais progressistas.

Malafaia foi consultado anteontem pela equipe tucana e deu aval para que Serra descole sua imagem. Ou seja, Malafaia vai continuar atacando Haddad, a mando de Serra, que, na frenta das cameras de TV, vai dizer que os comentários de Malafaia não fazem parte da pauta de sua campanha.

É bem a cara de José José, que nunca soube fazer campanha limpa, sem atques, sem agressões ao adversário Encontro com José Serra

Na semana passada, o pastor Silas Malafaia, teve um encontro com o candidato José Serra (PSDB) para alinhar a estratégia de campanha para o segundo turno em São Paulo... Dois dias depois, o pastor apareceu na imprensa, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo,afirmando que vai “arrebentar” com Haddad

Haddad, respondeu o ataque de maneira educada: "Ele (Serra) trouxe do Rio de Janeiro um pastor para me ofender", afirmou Haddad. "Nós teremos vários debates. Se ele quiser pautar o debate sobre tolerância e intolerância, eu estou disposto a conversar, agora tem que ser ele, não pode ser por preposto. Não posso responder ao submundo da política, eu tenho que responder a ele", defendeu-se o petista. "O Serra instrumentaliza as religiões.
 
Fez isso para atacar a Dilma (contra quem disputou as eleições presidenciais de 2010), e eu entendo que ele fará o mesmo para me atacar. A minha família está muito indignada em relação a esses ataques, com a atitude do Serra de instrumentalizar pastores para me atacar na honra. Mas é o estilo dele. Ele já foi derrotado em 2010 em função desse comportamento, entendia que ele tinha aprendido a lição, pelo jeito Serra não aprende nunca. É o velho Serra de sempre"

Nenhum comentário: