quarta-feira, 9 de maio de 2012

Migração de outros estados para o Pará reduz 90% em dez anos

Quatro em cada dez mil habitantes do Pará é estrangeiro. 15% dos que vivem no Pará vieram de outros estados brasileiros.
Dados do Censo 2010 divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que apenas 3.574 estrangeiros vivem no Pará. Com mais de 7 milhões de habitantes, esse número representa 0,04% da população, ou seja, quatro em cada dez mil habitantes do estado, nasceram em outros países. O estado com o maior número de estrangeiros é São Paulo, onde vivem mais de 205 mil pessoas de outras nacionalidades.
As cidades paraenses com o maior número de não-brasileiros são Belém (1.776), Ananindeua (474), Castanhal (112), Marabá (89) e Santarém (87). Já o número de naturalizados é ainda menor. Apenas Belém (649), Ananindeua (179) e Castanhal (118) têm mais de cem estrangeiros naturalizados entre sua população.
Já em relação a migração nacional, os dados revelam diminuição do fluxo de pessoas nascidas em outros estados para o Pará. Dos 1.152.857 habitantes que vivem no Pará, mas não nasceram nesta unidade da federação, 59,97% vieram há mais de dez anos; 13% mora no Pará de seis a nove anos; 10,3% deles é paraense por adoção de cinco a três anos; 11% tem residência fixa no Pará há um ou dois anos e apenas 5,66% dos censitados chegou a menos de um ano. O que representa uma redução de mais de 90% deste tipo de migração nos últimos dez anos.
No ranking de quem veio de outros estados, destaca-se Belém (102.278), Marabá (87.274), Parauapebas (86.094), Ananindeua (44.385) e Redenção (31.663).
Por outro lado, a mobilidade intraestadual também é grande. Aproximadamente 32,88% dos habitantes do Pará vivem em um município diferente daquele onde nasceram. Este ranking também é liderado pela capital Belém (342.583), seguida por Ananindeua (276.216), Marabá (112.946), Parauapebas (110.559), Castanhal (61.357), Santarém (56.977) e Paragominas (50.916).


Fonte:correaneto / Do G1 PA

Nenhum comentário: