sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Iriny Lopes: Governos do PT transformam políticas para mulheres em políticas de Estado


siga @correioluziense 

Há 30 anos, o dia 25 de novembro foi escolhido com o Dia Internacional de Combate à Violência Doméstica.

Na data, governos de diversos países lançam ações ou campanhas e reforçam a importância das medidas de combate à violência de gênero. No Brasil será lançada nessa data uma ferramenta internacional de denúncia de violência contra mulheres: um disque 180 para as brasileiras que estiverem fora do Brasil e precisarem de ajuda.

Em entrevista à TVPT, a ministra Iriny Lopes, da Secretaria de Políticas para Mulheres, falou sobre esse lançamento e também sobre as leis em defesa da mulher, como a Lei Maria da Penha "um instrumento valiosíssimo para enfrentamento da violência contra a mulher", como ressaltou Iriny. Desde a criação da Lei, foram 300 mil processos, 100 mil sentenças e mais de 10 mil prisões em flagrante relacionadas ao tema. "Estamos longe de resolver o problema, não vamos nos enganar sobre isso, mas o hoje é melhor do que o ontem. 93% das pessoas conhecem, ou já ouviram falar da Lei Maria da Penha", ponderou a Ministra.

Iriny falou também sobre as políticas implementadas desde o governo do ex-presidente Lula, que foram responsáveis pela criação de uma rede articulada dentro das esferas públicas (governos municipais, estaduais e federal) para combater a violência doméstica. "A rede pressupõe a existência de centros de referência em atendimento exclusivamente para a mulher. Batalhamos para que eles continuem sendo específicos", finalizou, dizendo ainda que os desafios incluem o fortalecimento da estrutura do poder público nesta área: "é necessário ampliar os organismos de políticas para mulheres, que sejam secretarias, ou sub-secretarias ou algo ligado ao gabinete do prefeitos ou governadores".

(Jamila Gontijo -- Portal do PT)

Nenhum comentário: