domingo, 27 de fevereiro de 2011

O Pará perde Benedito Nunes

O escritor e filósofo Paraense Benedito Nunes, 80 anos, morreu na manhã deste domingo (27/02). Ele estava internado havia dez dias no Hospital Beneficência Portuguesa. Às 20h de ontem, foi transferido ao CTI (Centro de Terapia Intensiva), após sofrer hemorragia no estômago, mas não resistiu.
Benedito José Viana da Costa Nunes foi um dos fundadores da Faculdade de Filosofia do Pará, que depois foi incorporada à Universidade Federal do Pará - UFPA. Ensinou literatura e filosofia em outras universidades do Brasil, da França e dos Estados Unidos. Escreveu artigos e ensaios para jornais e publicações locais, nacionais e internacionais. Aposentou-se como professor titular de Filosofia pela UFPA, tendo recebido o título de Professor Emérito em 1998. No mesmo ano, foi um dos ganhadores do Prêmio Multi-cultural Estadão.
Confira um pouco mais de sua historia.

R7: Veja quem conseguiu tirar o sutiã da modelo só batendo palmas

A resposta ao Diário do Pará

"Reencontro" Sem privilégio de foro, ex-deputado volta a enfrentar Vara Federal que decretou sua prisão
Sem foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal (STF), que perdeu ao renunciar ao mandato de deputado federal em novembro do ano passado, Jader Barbalho corre o risco de mais um constrangimento ao enfrentar novamente a Justiça Federal do Tocantins, que decretou sua prisão pela primeira vez e mandou a Polícia Federal levá-lo algemado para Palmas. Ao receber de volta as ações contra Barbalho por fraudes na Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), a 2ª Vara Federal do Tocantins pode determinar a prisão se concluir que o acusado continua a obstruir a ação da Justiça.
A ação penal contra Jader Barbalho, baseada no Tocantins, tem quase meia tonelada de documentos e centenas de depoimentos colhidos por sete procuradores federais da República, que comprovaram as fraudes milionárias cometidas por Barbalho e sua quadrilha contra os cofres da Sudam.
Jader Barbalho foi apontado como "chefe da quadrilha" que saqueou a Sudam pelo juiz federal Alderico Rocha Santos, da 2ª Vara Federal do Tocantins, que decretou sua prisão preventiva. Barbalho, algemado por delegados e agentes da Polícia Federal, foi transferido para Palmas, mas acabou libertado por um habeas corpus concedido por um ministro do Tribunal Regional Federal. Para buscar foro privilegiado no STF, Jader Barbalho, sem nenhum escrúpulo, envolveu nas fraudes da Sudam o seu próprio primo, o deputado federal José Priante (PMDB). Foi a fórmula encontrada para tentar levar, à época, os inquéritos que apuram o esquema de corrupção na Sudam para a alçada do Supremo Tribunal Federal, foro competente para processar parlamentares federais. "O requerido Jáder Fontenelle Barbalho, via advogado, apresentou neste Juízo pedido de remessa dos autos ao Supremo Tribunal Federal, ante os indícios da participação nos supostos fatos delitivos do deputado federal José Priante", revelou o juiz Alderico Rocha Santos, que indeferiu o pedido de Jáder. A participação de Priante nas fraudes da Sudam continua sendo investigada pelo Ministério Público Federal.
TOURINHO
Outro amigo de Jader Barbalho que se deu bem foi o ex-superintendente da Sudam Arthur Tourinho, colega de ginásio do ex-deputado e candidato derrotado também nas últimas eleições para o Senado. Tourinho, ex-presidente do Paysandu, elegeu-se deputado estadual em 2002 e também ganhou foro privilegiado na ação que o Ministério Público Federal move contra ele. Derrotado nas urnas em 2006, Tourinho foi nomeado presidente da Junta Comercial do Pará no governo de Ana Júlia Carepa e mantido no cargo pelo atual governador do Estado, Simão Jatene.
Parecer do Ministério da Integração Nacional, assinado pelo então consultor jurídico Rogério Antônio Freitas de Noronha, opinou pela destituição de Arthur Tourinho da superintendência da Sudam depois que uma Comissão de Sindicância comprovou que foram feitos depósitos bancários pelo megafraudador da Sudam José Osmar Borges - já falecido - na conta de Tourinho. Seria uma espécie de contrapartida por ter Arthur Tourinho favorecido os projetos de Osmar na Sudam, quando era superintendente, além de ter assegurado outras liberações irregulares para empresas beneficiadas com os fartos recursos do Finam. "Os documentos apreendidos na residência de Arthur Tourinho, em Belém, são indicativos de que o mesmo estaria prestando contas ao também requerido Jáder Barbalho dos projetos de 26 empresas que apresentaram (à Sudam) documentos falsificados", acusam os procuradores, segundo os autos do processo.
MEGAFRAUDADOR
O empresário goiano José Osmar Borges - já falecido - foi apontado pelo procurador da República Pedro Taques, hoje senador pelo PDT do Mato Grosso, como o maior fraudador individual da Sudam. Borges teria desviado R$ 130 milhões de incentivos fiscais do Fundo de Investimento da Amazônia (Finam) em projetos aprovados graças "ao apoio" de Jáder Barbalho. O Ministério Público descobriu mais de 240 ligações telefônicas entre Jáder e Borges entre os anos de 1997 e 2001, embora Jáder tenha declarado no Senado, antes de renunciar ao mandato em 2001, após uma histórica briga com o também senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA), já falecido, que desde 1986 tinha tido apenas contatos esporádicos com Borges.
Com o cruzamento dos números de telefones levantados na quebra do sigilo, foram encontradas também 40 ligações de José Osmar Borges para Maria Auxiliadora Barra Martins, proprietária da empresa de consultoria AME, que intermediou 168 projetos que receberam recursos da Sudam. Em sua maioria, os projetos eram fraudados e nunca foram implantados, apesar de liberações milionárias de recursos.
Maria Auxiliadora Barra, que chegou a comprar dois aviões para facilitar seus deslocamentos para os municípios onde prestava consultoria para a aprovação de projetos na autarquia, foi quem elaborou o projeto do ranário "Touro Gigante", da segunda mulher de Jáder, Márcia Centeno, também beneficiado com incentivos fiscais.
Últimos passos para o Tribunal
A Advocacia Geral da União (AGU) deve apresentar ainda nessa semana as contrarrazões ao recurso de apelação impetrado pelo Ministério Público Federal (MPF) para que seja reformada a sentença da 1ª Vara Federal que, em 23 de junho de 2009, julgou improcedente o pedido de anulação da transferência de concessão de outorga entre as emissoras de TV Rede Brasil Amazônia de Televisão (RBA) e Sistema Clube do Pará de Comunicação, ambas do ex-deputado Jader Barbalho (PMDB-PA). A informação partiu de dentro da própria AGU. Com mais esse passo, a ação civil pública, em fase de recurso, autuada sob o número 2007.34.00.025695-0, na 1ª Vara da Justiça Federal, em Brasília, fica na iminência de ser analisada pelo colegiado do Tribunal Regional Federal da primeira Região (TRF1). A peça recursal, assinada pela procuradora da República Ana Carolina Alves Araújo Roman, pede que seja declarada a nulidade do ato que resultou na transferência, bem como não seja renovada a outorga em benefício da RBA,realizando-se um novo processo licitatório para a referida concessão. O motivo apontado para pedir a anulação, segundo os autos, é "o cometimento de ilegalidades da RBA e a conduta omissiva da União Federal com relação a tais irregularidades".
De acordo com o recurso, houve favorecimento político para que a emissora de Jader Barbalho continuasse operando sem ter que pagar as suas exorbitantes dívidas. Só ao Fisco as dívidas da RBA ultrapassavam a casa dos R$ 82 milhões na época. Na Receita Federal, o débito daquele momento chegava a R$ 59,5 milhões relativos a Imposto de Renda, PIS, FGTS, Cofins, IPI e taxas de importação. Pela Constituição, concessão e renovação de outorga para exploração de serviços de radiodifusão devem ser aprovados pelo Executivo e pelo Congresso Nacional, e só é autorizada se a empresa estiver em dia financeiramente. Mas segundo a ação, o presidente Lula tirou o caso RBA do Congresso e o levou para o Ministério das Comunicações. Com a manobra o peemedebista só teve o trabalho de pagar algumas dívidas da RBA e aderir a um parcelamento especial junto à Receita Federal para garantir o atestado de bom comportamento necessário para que a transferência da TV para a recém-criada e saneada empresa Sistema Clube do Pará.
Dívidas e artimanhas políticas são comuns na história da raposa política do Pará. Segundo material divulgado pela revista Veja, na época em que tentava assumir o cargo mais alto do Congresso Nacional, o patrimônio de Jader Barbalho deu o salto mais impressionante da história política do País. Em cerca de 20 anos o patrimônio do ex-deputado cresceu 600.000%, saindo de R$ 61.200,00 para a impressionante marca de R$ 378 milhões. Nem o próprio soube explicar o grande feito. Dúvidas na sua trajetória financeira e política são muitas, inclusive. O então senador, não soube também explicar, como ex-ministro da Previdência Social, conseguiu ter uma dívida previdenciária na casa dos R$ 82 milhões.
Fonte: Portal ORM.

Puty é meu amigo, mexeu com ele, mexeu comigo

Recado ao Diário do Pará:
Viemos a publico demonstrar toda nossa revolta e indignação com o Jornal Diário do Pará que vêm sistematicamente tentando denegrir a imagem do companheiro Cláudio Puty, deputado Federal pelo PT / Pará com mais de 120.000 votos, ou seja 120.000 pessoas que devem fazer um embargo ao referido jornal que  tenta induzir seus leitores que Puty estaria envolvido a supostos esquemas de sonegação fiscal e tráfico de influência.
Neste exato momento, o Deputado Federal, posicionou-se eu seu blog particular, conforme transcrição abaixo:

Por: Cláudio Puty

Quem deve, teme...

Na linha de ataque sistemático e infundado à minha pessoa, o jornal Diário do Pará de hoje abre como manchete de capa: Influência de poder/ Dossiê revela fraudes na Sefa. E na página 4, com base num dossiê, o jornal constrói uma matéria indutiva para que o leitor conclua meu envolvimento no presumível esquema de sonegação fiscal. Na embolada, o prefeito de Parauapebas e o grupo Leolar.


O tal dossiê não aparece na “reportagem” de uma página. O que a "reportagem" não diz é que até 2008, o chefe de Fiscalização da Sefa em Marabá era o irmão da deputada Simone Morgado, integrante da família Barbalho.

O jornal diz que tentou entrar em contato comigo, mas não conseguiu. No meu celular não consta nenhuma chamada do Jornal Diário do Pará. E a assessoria de imprensa do meu mandato não foi contatada, como seria o lógico.

Vou processar o jornal por mais essa calúnia e difamação que é recorrente contra a minha pessoa. Não tenho ficha corrida na polícia, nem processo penal. E ao contrário do chefe dessa máfia de comunicação local, fui secretário de Estado no governo Ana Júlia, do PT, e não saí do governo com rádio, TV, jornal embaixo do braço. Tampouco fui forçado a renunciar para não ser cassado e meu nome não é sinônimo de corrupção no Pará e no Brasil inteiro.

Não devo. Logo, não temo.

Já quem deve, teme. E por isso, talvez, tente tirar suas manchas e transferi-las pra mim. Em vão. Vou continuar firme meu trabalho como deputado federal e agora presidente da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara. 
Lia mais no Blog do Puty.

Imagens do Planejamento do Governo Solidário

Algumas fotos tiradas durante o planejamento do Governo Solidário, realizado na primeira quinzena de fevereiro, no ECRAMA, que contou com a presença do Secretariado Luziense e diretores, além da presença do Presidente Estadual do Partido dos Trabalhadores, João Batista.
 
 
Pelo que podemos observar, o planejamento está sendo executado em todas as Secretarias de nosso município, dando um destaque principal a Secretária de Obras que já está realizando diversos serviços e obras nas comunidades de Santa Luzia do Pará.

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Hoje ocorre o I Encontro de blogs do Pará.

O Encontro vai ser realizado em Belém dia 26/02 na sede da CNBB (Tv. Barão do Triunfo, 3151. Entre Almirante Barroso e 25 de setembro),

I Encontro de Blogs do Pará

Tema as Redes Socias e o governo
Programação.
09:00HS
Formação da mesa de Abertura.
10:30 hs
Palestra. Prof. Fabio Castro, doutor em sociologia, professor da UFPA, pesquisador do programa de pós-graduação Comunicação e Cultura na Amazônia. ex-Secretário de Comunicação do governo Ana Júlia, editor do blog Hupomenta )
12:30hs. Almoço
14:30 - Oficina sobre feramentas para Redes Socias
15:30 0hs - Discusão sobre criação de uma Rede de noticías da Blogesfera Paraense
16:30 - Discutir a criação de um coletivo de Blogs do Pará (Associação, Coperativa,
Fórum)
17:30 - Aprovação de moções e Carta do Encontro.
18:30 Enceramento

CARNAVAL, O BRASIL NA AVENIDA

CARNAVAL, O BRASIL NA AVENIDA

*Delúbio Soares

“Era uma canção, um só cordão
E uma vontade
De tomar a mão
De cada irmão, pela cidade”
(“Sonho de um carnaval”, Chico Buarque)

Faz poucos dias, mortificado, assisti pelos telejornais as labaredas de um incêndio que consumiu diversos barracões de várias escolas de samba no Rio de Janeiro. Carros alegóricos e fantasias, os destaques de várias alas, as gigantescas figuras de luz e de sonho que encantam milhões de brasileiros e bilhões de pessoas ao redor do mundo, que pelo milagre da TV e da Internet acompanham a mais bela festa do planeta, foram destruídas pelo fogo em minutos apenas. Na antevéspera do reinado de momo, as cinzas se tornaram uma cruel e terrível realidade.
Mas a capacidade de reinventar-se do povo brasileiro, sua total disposição de luta e a crença inabalável em cada recomeço, determinaram que aquele episódio já pertença a passado dos mais longínquos, tal a força e alegria com que a população carioca e seus carnavalescos se lançaram a tarefa de reconstruir o que o fogo destruiu, de recuperar o trabalho perdido e lutar pela conquista das arquibancadas, das multidões, do reconhecimento popular, de vencer mais um carnaval, de fazer de seu samba-enredo o campeão na avenida, de levar alegria ao povo.
O carnaval é mais que um espetáculo de luz, de cor, de som, de alegria. É mais que uma manifestação da musicalidade e da expressividade corporal de nossa gente. Ultrapassa as fronteiras do acontecimento que congrega milhões de brasileiros, que atrai outros tantos milhares de estrangeiros e gera uma quantidade de divisas consideráveis, movimentando o turismo e fazendo do Brasil por alguns dias o centro do noticiário e das atenções da imprensa internacional. O carnaval é a continuidade de uma tradição das mais belas, da arte que vem do seio do povo, em demonstrações de talento e de criatividade insuperáveis.
Não há cidade no interior desse país imenso, de norte a sul, por menor que seja em que o período carnavalesco não se faça sentir através de alguma iniciativa. Seja um bloco tímido numa localidade interiorana do meu querido Estado de Goiás, ou na majestosa entrada da Estação Primeira, quando seus tamborins e os poetas de sua Comissão de Frente, pisando as folhas secas caídas de uma mangueira, estremecem o solo da avenida e nos recordam a força e a beleza da arte que desce o morro e encanta o Brasil e o mundo.
Li que Helsinque, a gélida capital dos finlandeses, já faz o seu carnaval. E o teria “copiado” do Rio de Janeiro. Seria muito acreditar que lá existam barracões, carnavalescos, puxadores de sambas-enredo, passistas e mestres-salas. Mas é correto pensar que existe o espírito da alegria e um enorme bom gosto: tentar, mesmo que a 50 graus abaixo de zero copiar o que os cariocas fazem com 40 graus a sombra, e ensinar alvas moçoilas de pele de porcelana o segredo divino que somente os pés de mulatas esculturais que tiveram a graça de nascer em Vila Isabel, no Morro do Chapéu Mangueira, na Rocinha, em Nilópolis ou no Morro da Portela, é algo absolutamente impossível. Haverá, vinda dos confins da Lapônia, uma brancarana sorridente, com a ginga de Vilma, a porta-bandeira que emocionava a avenida e monopolizava os olhares para a beleza plástica de seu bailado, a elegância de seus movimentos, como se fora uma Margot Fonteyn do asfalto? Mas a tentativa é válida e mostra que o carnaval é uma festa de paz e de harmonia entre os povos por mais distantes que estejam.
O Guinness Book registra em sua edição mais recente que o fabuloso carnaval da Bahia é “a maior festa popular de rua do mundo”. Desde 1995 o mesmo Guinness declarou o genial Galo da Madrugada, do Recife, como “o maior bloco de carnaval do mundo”. E, independente do que o Guinness Book, com a autoridade e a seriedade que lhe reconhecemos, atesta, nós todos já sabemos há séculos que o carnaval é a mais bela, a mais alegre, a mais fraterna, a mais humana, a mais democrática das festas que o gênero humano inspirou.
O reinado de momo se aproxima. Reinado absolutista, de absoluta alegria, que toma conta de todos, com os sambas-enredo, verdadeiras obras-de-arte, que serão cantados por gerações. As avenidas e as praças se lotarão de sonhos e de fantasias, de luzes e de cores, de sons e de risos.
Recordemos dos valores maiores dessa arte popular, como Cartola, Chiquinha Gonzaga, Capiba, Tia Ciata, Dodô e Osmar, Monarco, Nélson Cavaquinho, Carmem Miranda, Noel Rosa, Jamelão, Neguinho da Beija-Flor, João Nogueira, Lamartine Babo, Braguinha, e de todos os que, desde os tempos do Entrudo, dos Corsos, dos carnavais de sempre, com talento e alegria, preservaram esse patrimônio lindo de nossa nacionalidade.

(*) Delúbio Soares é professor

companheirodelubio@gmail.com

Habitação: A bola da vez em Santa Luzia do Pará.

Conforme já aviamos informado antes neste espaço de discussão do povo Luziense, Santa Luzia passa por um grande debate relacionado a construção e aquisição de unidades habitacionais, sendo que hoje já temos aprovadas 32 casas do fundo nacional de habitação de interesse social - FNHIS, que de acordo com o Secretário Adjunto de Obras do Município, ainda não foram executas por problemas de documentação do projeto que estão sendo solucionados em Brasília.
Outras possibilidades estão sendo ventiladas para que Santa Luzia do Pará seja contemplada com o Minha casa, minha vida do Governo Federal.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

FETAGRI: UM PLANO DE LUTAS PARA ENFRENTAR A POBREZA

Fetagri reúne lideranças para discutir enfrentamento da pobreza
Durante a reunião, o deputado Valdir Ganzer destacou o importante papel do Governo Federal na regularização fundiária

Partindo da decisão de priorizar o enfrentamento à pobreza que a presidente Dilma Roussef anunciou em sua posse, a Federação dos Trabalhadores na Agricultura (FETAGRI – PA) reuniu suas principais lideranças estaduais em Belém, a fim de definir metas para alcançar esse e outros objetivos.

A firme interferência do INCRA como indutor de fixação do homem na terra, o aumento da produção agrícola, o desenvolvimento de novas tecnologias a disposição do homem do campo, a melhoria da infraestrutura em rodovias, vicinais, casas de moradia, os cuidados com o meio ambiente na recuperação das matas ciliares e limpeza de furos e igarapés foram algumas das medidas sugeridas para alcançar essas metas.

Segundo Euci Ana Costa, vice presidente da FETAGRI, há um entendimento nos debates que muitos trabalhadores rurais, nesses 30 anos de colonização da Amazônia, elevaram suas condições a produtores rurais e que o campo vem se industrializando muito rapidamente denotando uma nova realidade.

Durante a reunião, o deputado estadual Valdir Ganzer, que é produtor rural e convidado do evento, destacou o importante papel do Governo Federal na regularização fundiária que vem fixando o homem ao campo.

O deputado destacou também o programa Luz para Todos que já beneficiou cerca de 80% da zona rural, a diminuição das desigualdades com o aumento da renda do trabalhador brasileiro e a preocupação com os grandes projetos e seu impacto no meio ambiente como a implantação de hidrelétricas e a produção de biocombustível além do crescimento da agricultura familiar que tem aumentado consideravelmente a produção de alimentos em nosso país.

Os deputados Carlos Bordalo, Milton Zimermann e Zé Maria, da bancada do PT na Assembleia Legislativa do Estado (Alepa), também debateram com aos membros da FETAGRI, colocando a realidade das diversas regiões do Estado.

Todas essas questões serão bastante debatidas nos próximos encontros da FETAGRI a fim de subsidiar o fórum “Grito da Terra” que se realizará em Brasília no mês de maio reunindo milhares de agricultores de todo o Brasil.

Nesse fórum, os representantes do norte e nordeste, irão levantar os maiores problemas ligados à terra, como questões ecológicas, problemas fundiários, trabalho escravo, baixa produtividade, parcos recursos tecnológicos, como forma de respeitar as desigualdades e diminuir as diferenças.

No segundo semestre, anuncia Carmem Foro, coordenadora da Confederação dos Trabalhadores na Agricultura (CONTAG), será realizado em Brasília a Marcha das Margaridas, evento que vai reunir cerca de 100 mil mulheres com o intuito de debater políticas voltadas para a firmação da mulher nos cenários do campo e da cidade.
Por Assessoria Deputado Valdir Ganzer em 25/02/2011

Os Deserdados: Lançamento Oficial.

O lançamento oficial do bloco OS DESERDADOS será neste sábado 26 de fevereiro, na casa de Show beleza pura que contará com uma programação especial e iniciará com a concentração as 19 horas na pracinha do calçadão, com arrastão pelas rua da cidade até a chegada na casa de Show onde será realizada a grande festa de lançamento do bloco.
Ingresso: R$ 3,00
Na compra dos 100 primeiros abadás ( R$ 15,00), grátis um ingresso.
Cerveja: R$ 2,00 a festa toda.
Domingo: Acontecerá a 5ª trilha das cinzas com passeio de moto nas comunidades de Santa Luzia do Pará, na chegada ocorrerá a festa de encerramento na pracinha.
Organização:
DJ Juduson: 9135 0228
Faguinho: 9177 8898

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Minha casa, minha vida em Santa Luzia do Pará.

Confira a entrevista do Assessor de planejamento da Prefeitura de Santa Luzia do Pará,  Nonato Guimarães, concedida ao Correio Luziense após a reunião com Paulo Cohen, membro do Conselho Nacional das Cidades, que esteve em solo Luziense para ver a possibilidade de implementação de um conjunto habitacional do projeto minha casa minha vida para trabalhadores com renda de 0 a 3 salário mínimos.

Para Paulo Cohen, membro do Conselho Nacional das Cidades, há uma grande necessidade de se combater o déficit habitacional no estado do Pará para solucionar esse problema.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

BBB despenca na audiência. Será o último?

Segundo a coluna “Outro Canal”, da Folha, a 11ª edição do programa Big Brother Brasil, da Rede Globo, registra a pior média de audiência do reality show ao longo dos últimos anos. Apesar de ser veiculado após a novela “Insensato Coração”, que se mantém na casa dos 32 pontos do Ibope, o BBB-11 teve abrupta queda de telespectadores e registrou média de 25,7 pontos de audiência.

A decadência do programa apavora a família Marinho e anima os concorrentes. O Portal R7, da TV Record, observa que a queda de audiência hoje é mais acelerada. “Na quinta edição do BBB o programa bateu em média 50,3 pontos nas quatro primeiras eliminações, enquanto nesta 11ª temporada o índice ficou em 25,7 pontos... A queda foi gradativa com o passar dos anos”.

Alegria e lucro dos concorrentes


Na sexta edição, em 2006, o BBB registrou 45,2 pontos em média nas primeiras eliminações. Já no ano seguinte, ficou em 40,8 pontos. Entre 2008 e 2010, trafegou na faixa dos 30 pontos – 38,7 em 2008, 32,5 em 2009 e 30,9 em 2010. E neste ano foi para a zona dos 20 pontos pela primeira vez. A Rede Record não esconde sua felicidade com o abalo na hegemonia da TV Globo:



“As outras emissoras têm lucrado com a queda de números do BBB. A Band aumentou sua audiência média às terças-feiras de 1,9 ponto em 2005 para 3,6 em 2011 – crescimento de 89,4%. Já a Record teve aumento de 157,69% nos números – pulou de 5,2 pontos em 2005 para 13,4 neste ano”. O crescimento da audiência resulta em mais publicidade e mais lucros!



Big Brother “é um grande desserviço”



O alto comando da TV Globo já teria sentido o baque, orientando seus subordinados a “apimentarem” ainda mais o BBB. Novas baixarias, que estimulam os piores instintos humanos, devem pintar na telinha desta concessão pública. Segundo o Jornal do Brasil, “a situação do reality show continua alarmante e o sinal vermelho voltou a tocar no Projac... Mesmo com as tentativas de inovação, a décima primeira edição do programa anda fria e marcando a pior audiência do reality desde as primeiras semanas”.



Em recente entrevista ao portal Terra Magazine, o subprocurador-geral da República, Aurélio Rios, informou que o Ministério Público Federal está monitorando o BBB-11. “Achamos que (a atração) é um grande desserviço e serve muito à deseducação. Não estimula a criação, o princípio de solidariedade, os valores éticos”, explicou. Para ele, a classificação indicativa do programa é inapropriada. “Na minha opinião, apenas na minha opinião, não deveria ser para 14, mas para 18 anos”.

Operação Inverno no Muruteua.

O Governo Solidário vem desenvolvendo a operação inverno com sucesso. Na comunidade do Muruteua a ponte foi restaurada e o povo agradece o trabalho feito com responsabilidade e dedicação, mas uma ação da Secretaria de obras.

Inverno Forte, Governo Solidário.

As chuvas deste inverno têm causado muitos estragos na Cidade e no interior do município, ramais danificados, tubos descobertos, pontes quebrando, ruas com valas e buracos. Mas o Governo Solidário não sossega, as máquinas estão recuperando o ramal do São João do Caeté, a equipe da Secretaria de obras está concluindo as obras da Orla do Caeté e a partir da próxima semana inicia a nova coleta do lixo no município.
A equipe do Prefeito Louro vem reunindo e está sistematizando o planejamento 2011, com todas as prioridades e estratégias para continuar colocando Santa Luzia no rumo certo. Adianto a todos e todas que, no início de março até dezembro, vamos executar obras e serviços que elevem a auto-estima de nosso povo e promovam qualidade de vida a todos e todas.
Nossa equipe de Secretários está catalogando todos os problemas, comunidade a comunidade, e a partir de reuniões com o povo, estaremos definindo uma hierarquia de obras e serviços, na educação, na saúde, na assistência social, na agricultura, no meio ambiente, através da operação inverno para não deixar interromper o tráfego das comunidades, acelerar a conclusão da Escola do Broca, a reforma de mais de 17 outras escolas, com centros de inclusão digital, pintura e reforma nos postos de saúde, iluminação elétrica e reiniciar as obras para conclusão da quadra de esportes e do campo de futebol. Estamos concluindo a construção do Matadouro Municipal.
Convidamos toda a nossa gente, os empresários, as lideranças políticas e comunitárias, nossa juventude a participar da inauguração da ORLA DO CAETÉ,o Prefeito Louro e o Governo Solidário vão entregar ao povo no próximo dia 05 de março a partir das 18 h esta grande obra que embeleza e promove o turismo em nosso município. A programação vai ser com Carnaval: após a solenidade da entrega da obra, uma grande festa com o primeiro grito do CARNAVAL LUZIENSE de 2011, no domingo dia 06 continua a festa na orla do Caeté até o final da tarde;
E nos dia 06 e 07 de março é o Carnaval Luziense com festa na Cidade. Vamos organizar nossos amigos e amigas e comemorar a festa em nossa Cidade.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

OAB/PA divulga nota de repúdio contra Amazonino.

A Ordem dos Advogados do Brasil no Pará divulgou hoje (22), em seu site, uma nota de repúdio condenando o que considerou uma “infeliz manifestação” do prefeito de Manaus, Amazonino Mendes. A instituição considera que Amazonino deve se desculpar “com os pobres, que também ajudaram a elegê-lo, bem como com o povo do Pará – que na pessoa de uma mulher, foi ofendido”.
Leia um trecho da nota:
"NOTA DE REPÚDIO
A seccional da Ordem dos Advogados do Brasil no Estado do Pará vem de público manifestar seu repúdio a infeliz manifestação do excelentíssimo prefeito de Manaus, senhor Amazonino Mendes, que se portou  com desdém em relação aos menos favorecidos pela sorte, além de proferir declaração de cunho, manifestadamente preconceituoso, ao laborioso povo do Estado do Pará.
Esperamos que a referida autoridade tenha a grandeza de se retratar, desculpando-se com os pobres, que também ajudaram a elegê-lo, bem como com o povo do Pará – que na pessoa de uma mulher, foi ofendido – a fim de manter o equilíbrio que se deseja entre os entes federativos.
Outrossim, a OAB-PA espera que a partir de agora, o referido agente político se paute em assuntos de real interesse a coletividade."

Policiais civis desarticulam ponto de venda de drogas em Concórdia do Pará.

Policiais civis prenderam em flagrante Marcos Andrade Fernandes por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. A prisão dele foi efetuada após cerco policial no ponto de tráfico de entorpecente do acusado, em Concórdia do Pará, região do Salgado. A prisão foi realizada pela equipe policial comandada pelo delegado Cristino Sanches Júnior com participação do investigador Gonçalo Saraiva e motorista policial Almir Pantoja. Segundo o delegado, o ponto de venda de drogas já era alvo de investigações por meio de informações coletadas na área. Os policiais chegaram ao acusado por meio da denúncia de que o traficante havia feito ameaças de morte ao padrasto utilizando uma arma de fogo. 
Logo após a denúncia, a equipe policial cercou o local usado na venda de entorpecente e ali prendeu Marcos Andrade. No imóvel, certa quantidade de maconha foi apreendida. Havia ainda no local um bar sem licença para funcionamento e três quartos nos fundos da casa que serviam como motel clandestino. Tudo foi fechado, assim como, o ponto de venda de drogas. O imóvel estava localizado em frente à escola pública Cristo Libertador.
O delegado Cristino Sanches explica que "o ponto de venda de drogas colocava em risco os alunos da escola, principalmente, os do turno da noite. O local era investigado, para que houvesse provas materiais e testemunhais suficientes para deflagrar uma operação policial". Após investigações, Marcos Andrade Fernandes foi preso em flagrante com uma arma de fogo calibre .38. No local, objetos foram apreendidos como meio de prova e o bar foi interditado totalmente. As ações policiais seguem diretrizes do diretor de Polícia do Interior, delegado Sílvio Maués, e do superintendente da Região do Salgado, delegado Edivaldo Nazareno Dias Lima.

Prefeito de Manaus bate boca com moradora Paraense desabrigada e diz: "Então, morra"

O prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, visitou uma área de risco, onde uma mulher e duas crianças morreram soterradas no fim de semana. Uma moradora desabrigada abordou o prefeito e disse que não tinha para onde ir. Amazonino reagiu.
Leia o diálogo travado entre os dois, de acordo com o Bom Dia Brasil, da Rede Globo:
Moradora: Mas nós estamos morando aqui, prefeito, porque nós não temos condição de ter uma moradia digna.
Prefeito: Minha filha, então, morra. Morra. Minha filha, não fale besteira. Minha filha, não diga besteira, não diga besteira. Você é de onde?
Moradora: Eu moro aqui...
Prefeito: Você é de onde?
Moradora: Eu sou do Pará.
Prefeito: Então, pronto. Está explicado.

CPI do Trabalho Escravo.

O Deputado Cláudio Puty, continua coletando assinaturas para a instalação da CPI do Trabalho Escravo. A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) tem como finalidade apurar, em 120 dias, a exploração do trabalho escravo nas atividades rurais e urbanas do país. Investigar os crimes relacionados ao trabalho escravo.
Na semana passada, reuniu com a ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, que colocou à disposição dos parlamentares a experiência acumulada pela CONATRAE - Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo, que é um órgão interministerial ligado à Secretaria de Direitos Humanos e presidido pela Ministra.
No início deste ano, a "lista Suja" do Ministério do Trabalho e Emprego registrou mais 88 infratores.Os registros da Secretaria de Inspeção do Trabalho somam um total de 220 empregadores, entre pessoas físicas e jurídicas, que exploram o trabalho escravo em suas atividades econômicas.
Virá em boa hora, portanto, a CPI do Trabalho Escravo.

Apoio aos agentes comunitários de saúde.

Por: Cláudio Puty
A reestruturação da carreira dos agentes comunitários de saúde e de combate a endemias será uma meta prioritária no nosso mandato. Afinal, são esses profissionais que chegam às comunidades mais pobres para levar informação, para orientar sobre os cuidados básicos com a saúde e para fazer o acompanhamento de doentes.
Hoje existem aproximadamente 13 mil agentes comunitários de saúde e 6 mil agentes de combate a endemias no estado do Pará.
Dia 15 de fevereiro foi a posse da nova diretoria do SINTESP – Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos da Saúde no Estado do Pará. No evento, nosso mandato foi representado pelo companheiro Robson Rodrigues. Minha saudação à nova diretoria do Sindicato e toda a valorosa companheirada da área de saúde.
Reafirmo que nosso mandato estará a frente das bandeiras de luta desses profissionais, tais como:

1- A promulgação da PEC 54/09, que abre caminho para a criação do plano de carreira e do piso salarial nacional dos agentes comunitários de saúde e de combate a endemias. A PEC em questão atribui à União competência para, por meio de lei federal, disciplinar o piso salarial profissional nacional e tratar das diretrizes para agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias. Atualmente, a responsabilidade sobre a carreira desses profissionais é dos Estados e municípios.
2- (PEC 391/09) que prevê a definição, por lei federal, de um piso salarial para Agentes de Saúde (ACS) e Combate a Endemias (ACE), além das diretrizes para os planos de carreira a serem formulados pelos estados e municípios. O repasse mensal hoje é de R$ 651 por trabalhador, mas muitas prefeituras do Estado do Pará têm usado esses recursos para outros fins o mandato estará a frente para denunciar aos órgãos de controle social para fazer valer os repasses de maneira integral aos ACS e ACE.
3- Aprovação da PL 6.111/2009, que Altera a Lei nº 11.350, de 5 de outubro de 2006, para instituir o piso salarial profissional nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias.
4- Cobrar efetivamente dos municípios paraenses a efetivação desses profissionais e fazer valer a Emenda Constitucional nº 51 de 14 de fevereiro de 2006, posteriormente regulamentada pela Lei Federal 11.350 de 05 de outubro de 2006.

Puty pede explicações sobre o Banpará.

O deputado Federal Cláudio Puty (PT-PA) apresentou requerimento de pedido de informações ao governo do estado do Pará, sobre os procedimentos que estão sendo adotados para fortalecer o Banco do Estado do Pará (Banpará).
Segundo o parlamentar, que presidiu o Conselho de Administração do Banco durante o governo de Ana Júlia Carepa (PT), o Banpará apresentou lucros muito maiores que os verificados no governo anterior, primeiro mandato então do atual governador, Simão Jatene (PSDB).
"Em 2006, no final do primeiro ano de mandato do atual governador Simão Jatene, o Banpará teve um lucro de R$ 6 milhões a valores da época. No governo de Ana Júlia Carepa, no primeiro ano, os lucros do banco foram de R$ 22 milhões, no segundo ano cresceu para R$ 78 milhões, no terceiro ano R$ 43 milhões e no último ano de Governo, alcançou os R$ 85 milhões", destacou o deputado. Ele afirmou que a lucratividade do banco precisa continuar aumentando.
Puty lembrou que, durante o governo petista, o banco tomou uma série de medidas, como a implantação do plano de cargos e salários, o pagamento do Programa de Participação nos Lucros e Rendimentos (PRL's) aos servidores, além do saneamento das finanças da instituição.
O deputado afirmou ainda que o banco passará neste ano pela experiência da portabilidade (liberdade dos servidores de escolher em qual banco desejam receber os salários) e esse será um grande desafio para o futuro da instituição.

Dilma Rousseff reafirma seu compromisso com o Nordeste e a erradicação da miséria.

Ao participar do 12º Fórum de Governadores do Nordeste, a presidenta da República, Dilma Rousseff, garantiu que criará condições para que a economia nordestina cresça a taxas superiores à do crescimento do produto Interno Bruto (PIB) nacional. O discurso de Dilma, na abertura do encontro, hoje (21), em Barra dos Coqueiros (SE), tentou acalmar os nove governadores da região, que se mostraram preocupados com corte de R$ 50 bilhões no Orçamento Geral da União, anunciado recentemente pelo governo.
“Nossos cortes preservam os investimentos integralmente”, garantiu a presidenta. Entre os investimentos que não sofrerão cortes, ela citou o programa Minha Casa, Minha Vida, o Programa Emergencial de Financiamento (PEF) e o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que inclui projetos de mobilidade urbana e obras para a Copa do Mundo de 2014.
A presidenta ressaltou que resolver os problemas do Nordeste é uma questão estratégia para a política de erradicação da miséria, já anunciada como prioridade do governo.
“A pobreza no Brasil tem uma certidão de nascimento que privilegia, infelizmente, essa região do país”, disse a presidenta, que também defendeu um foco maior das políticas pública na região do Semiárido. “Não há uma solução para o Brasil sem uma solução para o Nordeste e não há uma solução para o Nordeste sem uma solução para o Semiárido”, disse a presidenta.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Denuncie!

Policia do Governo Tucano de SP revista à força policial feminina e a deixa nua. Vejam o vídeo:
Policial suspeita de extorção é deixada nua em delegacia e revistada à força por seus próprios colegas de trabalho. Na sala estavam onde tudo ocorreu estavam 3 delegados, 2 policiais civis, uma PM e uma Guarda Municipal âmbas femininas, mas eles não às deixaram revistá-la e fizeram eles mesmo a revista à expondo e deixando-a em um estado desesperador e de constrangimento.
A policial escrivâ foi expulsa da corporação, mas o o inquérito de apuração está em andamento. 
Obs.: A ex-policial agora exige uma reparação pelos danos causados,(costrangimento, abuso de poder entre outros).

Edmilson Rodrigues pede audiência para falar dos concursados.

O deputado estadual Edmilson Rodrigues (PSOL), protocolou junto à Presidência da Assembleia Legislativa do Estado (ALEPA), no último dia 16/2, requerimento para realização de Sessão Especial, com o objetivo de discutir "a questão dos cerca de cinco mil concursados da Administração Pública do Estado do Pará que até hoje não foram nomeados nos respectivos cargos públicos".
Para o deputado, "o governo estadual tem o dever de dar as explicações necessárias à sociedade paraense... e não são somente aqueles profissionais que conseguiram a classificação em concursos, mas às famílias dessas pessoas que possuem a esperança de serem nomeados pela Administração Pública".
Em seu requerimento, Edmilson defende a instituição do concurso público, afirmando que "é um ditame constitucional que a Administração Pública tenha como um de seus pilares fundamentais a existência de um corpo permanente de servidores cujo ingresso tenha sido decorrente da admissão em Concurso Público. Está lá, com todas as letras, no artigo 37 da Constituição de 1988". E questiona: "por que, então, tanta dificuldade em fazer valer esse princípio tão basilar?"
Para Edmilson, a falta de recursos públicos, usada como argumento pelo governo para justificar a demora nas nomeações dos aprovados, não tem sentido, uma vez que "a realização de Concursos Públicos supõe a existência de previsão orçamentária e de cargos legalmente constituídos. No caso do Pará, essas condições foram todas preenchidas e, no entanto, vivemos a dramática situação de mais de cinco mil aprovados dentro do limite de vagas ofertadas em 35 concursos para 32 órgãos estaduais não terem até o momento qualquer previsão de quando efetivamente serão empossados em seus respectivos cargos públicos".
Ainda em seu requerimento, o deputado Edmilson Rodrigues considera inconcebível tal fato, pois "depõe contra a Administração Pública que investe em uma ação na realização de concurso público e não consegue dar as explicações cabíveis à sociedade paraense que cobra, com todo o direito e dever de cobrar das autoridades pertinentes, as razões do não chamamento de tais servidores para suprir a deficiência de pessoal que existe na área público estadual".

2ª etapa do Prouni é até quinta-feira.

Está aberta até quinta-feira (24) a segunda etapa de inscrições de candidatos a bolsas de estudos neste primeiro semestre do Programa Universidade para Todos (ProUni). Criado em 2004, pelo Ministério da Educação, o programa oferece a estudantes de baixa renda bolsas integrais e parciais (50% do valor da mensalidade), em instituições particulares de educação superior.
Os inscritos não pré-selecionados na primeira etapa e os pré-selecionados para cursos que não tiveram formação de turma podem se candidatar novamente. Aqueles que não se inscreveram na primeira etapa também têm nova oportunidade. O candidato, ao se inscrever, pode fazer até três opções de curso e de instituição.
Para concorrer às bolsas, o estudante deve ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2010, atingido no mínimo 400 pontos na média das cinco notas do exame (ciências da natureza e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias e a redação) e ter nota na redação que não tenha sido zero.
Podem se candidatar às bolsas integrais estudantes com renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais são destinadas a candidatos com renda familiar de até três salários mínimos por pessoa. Além de ter feito o Enem e alcançado a pontuação mínima, o candidato deve ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou, na condição de bolsista integral, em escola particular.
Professores da rede pública de ensino básico que concorrem a bolsas em cursos de licenciatura, normal superior ou de pedagogia não precisam cumprir o critério de renda, desde que estejam em efetivo exercício e integrem o quadro permanente da escola.
As inscrições devem ser feitas na página eletrônica do programa. O candidato deve informar o número de inscrição e a senha usados no Enem e o CPF. Os pré-selecionados que obtiveram a bolsa na primeira etapa estão impedidos de fazer inscrição.
A primeira chamada dos pré-selecionados nesta segunda etapa será divulgada no domingo, 27. A comprovação dos documentos exigidos para a matrícula deve ser feita até 4 de março. Caso haja bolsas disponíveis após esse prazo, será feita outra chamada em 13 de março, conforme o cronograma. (Ministério da Educação)

Dupla de foragidos é capturada por policiais em Ipixuna do Pará

A Polícia Civil de Ipixuna do Pará, nordeste paraense, prendeu Edinei de Cristo Andrade e Antônio Maria Conceição Moreira, ambos foragidos de Justiça desde o ano de 2008. Os dois são acusados de crimes de homicídio no município. Edinei de Cristo é apontado como autor do assassinato a facadas de Alvino Alves da Silva, no início de 2008. Com as investigações, ele foi identificado, indiciado pelo crime e teve prisão preventiva decretada pela Justiça. Ao ser procurado, os policiais tomaram conhecimento de que ele havia saído da cidade e estava em local ignorado.
Após investigações, na tentativa de localizá-lo, a Polícia Civil de Ipixuna do Pará, sob comando do delegado Raphael Souza e dos investigadores Salk e Antonio Carlos, com apoio da Polícia Militar, conseguiu localizar e prender o acusado, no Ultimo final de semana. Ele já foi tranferido ao Centro de Recuperação Regional de Paragominas (CRRP), onde está recolhido. Já Antônio Maria estava foragido desde agosto de 2008. Para vingar a morte de um sobrinho, ele assassinou a golpes de terçado Deoni Pinheiro dos Santos. Na época dos fatos, Deoni foi acusado de matar o sobrinho de Antônio Maria. Com isso, Antônio e três membros da família resolveram invadir a casa de Deoni Pinheiro dos Santos e o mataram.
Os criminosos foram indiciados e tiveram as prisões preventivas haviam sido decretadas, mas ninguém havia sido preso até então porque a família fugiu de Ipixuna do Pará logo após o crime. No último final de semana, o delegado Raphael, e os investigadores Salk e Antonio Carlos tomaram conhecimento de que Antônio Maria estava na região. Os policiais fizeram buscas e o localizaram. A ação contou com o apoio da Polícia Militar. O preso foi transferido ao CRRP, onde está recolhido à disposição da Justiça. Com a prisão de Antônio Maria, os demais foragidos envolvidos no assassinato de Deoni poderão ser localizados. As prisões dos criminosos foram elogiadas pela população local, que parabenizou o trabalho das Polícias Civil e Militar de Ipixuna do Pará.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Maré alta começa no Ver-o-Peso.

A previsão de maré alta em Belém se confirmou. Por volta das 13h15 deste domingo (20) a água começou a subir no Ver-o-Peso e os carros já tinham dificuldade em passar pela Boulevard Castilho França.
De acordo com o feirante Manuel Rendeiro, conhecido como Didi do Ver-o-Peso, o nível da maré segue subindo rapidamente. 'Já está ficando tudo alagado por aqui', disse.
O fenômeno acontece de forma periódica em Belém, mas, neste ano, a Defesa Civil alerta para as consequências da maré-alta que conincidiu com o período de chuvas fortes, como informou o coordenador do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), José Raimundo.
'Só nos primeiros dias de fevereiro, o Inmet registrou cerca de 108 milímetros de chuva em Belém. Enquanto isso, no oeste paraense choveu 111 milímetros em um único dia'.
José Raimundo explica que o tempo continuará assim em todo o litoral paraense. 'A chuva continuará em toda a região litorânea do estado, devido ao posicionamento da zona de convergência intertropical, que é uma faixa de nuvens que circuita principalmente no litoral', afirma.
Em caso de alagamentos, a Defesa Civil orienta a população a ligar para os números: 190 (Ciop), 193 (Corpo de Bombeiros) ou para 3242-5332 e 3283-4103 (Defesa Civil).

O DIA EM QUE A TUCANA GLOBELEZA MATOU LÚCIO MAURO.

A ex-Menina do Jô, e uma das "instituidoras" da ilibada Fundação Mario Covas, Sonia Racy, fez com que o francês Allan Kardec, codificador da Doutrina Espírita, se revirasse em Paris, onde repousa em visitadíssimo túmulo do cemitério Père Lachaise. Não contente, a “apimentada e politizada” colunista do Estadão mandou para o além o ator Lúcio Mauro, vivíssimo da silva, do alto de seus 80 anos. Aconteceu no canal pago Globonews, durante o programa “Em Pauta”.

Acabou a CPMI do MST: O bandido era quem acusava.

Sem alardes, CPMI do MST é oficialmente encerrada
Comissão chegou ao fim sem votação de relatório final. Notícia inaugura o Blog da Redação da Repórter Brasil, novo espaço para a divulgação de conteúdos variados que tenham relação com o trabalho desenvolvido pela Repórter Brasil
Acaba de ser lançado o Blog da Redação da Repórter Brasil. O espaço foi inaugurado para a divulgação e circulação ágil e simplificada de conteúdos que tenham relação com as atividades desenvolvidas pela organização.
Como notícia de abertura, o Blog da Redação destaca o encerramento formal da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) instalada no final de 2009 para apurar, entre outros itens, denúncias sobre "desvios e irregularidades verificados em convênios e contratos firmados entre a União e organizações ou entidades de reforma e desenvolvimento agrários", mais particularmente aquelas próximos ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).
Criada - e prorrogada - por iniciativa de parlamentares ruralistas, a CPMI do MST foi coberta com uma pá de cal no último dia 31 de janeiro, sem que o relatório final fosse submetido à votação dos membros da comissão.
Além da CPMI do MST, o Blog traz também outras duas notas. Uma sobre a moção de apoio aprovada pela Comissão Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo (Conatrae), na última terça-feira (15), que pede a contratação de novos auditores fiscais do trabalho, servidores públicos que atuam na linha de frente do combate à escravidão contemporânea.
E outra sobre a fotografia que compõe o cabeçalho do novo blog: trata-se de uma imagem captada durante libertação de 122 pessoas de fazenda de cana-de-açúcar arrendada por empresa do Grupo J. Pessoa. Mais de 1,4 mil trabalhadores foram libertados de condições análogas à escravidão de áreas ligadas desse mesmo grupo sucroalcooleiro.

Frase de Lula sobre a presidenta Dilma Rousseff.

“Eu não tenho uma vírgula de discordância com a Dilma e, quando tiver divergência, ela terá sempre razão”.
Do ex-presidente Lula,em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo neste domingo (20), dando mais um chega para lá na turma que tenta pregar a cizânia entre ele e a presidenta Dilma Rousseff.

Cláudio Puty incentiva 1º encontro dos Blogs do Pará.

Com o tema "As Redes Sociais e o Governo". O evento acontecerá no próximo sábado, 26 de fevereiro, na sede da CNBB, à Trav. Barão do Triunfo, 3151, bairro do Marco - Belém-PA, evento que contará com a contribuição do mandato do Deputado Federal Cláudio Puty, na mobilização das diversas lideranças da blogosfera Paraense, inclusive o Correio Luziense 

As inscrições podem ser feitas pelo e-mail: encontrodeblogueirospa@gmail.com