sexta-feira, 29 de outubro de 2010

HOJE, ÀS 18 HS, EMIR SADER NA LINHA
Twitcan Carta Maior: rede da informação livre, em vigília na reta final do voto 2010


FALTAM 48 HS:
O QUE ESTÁ EM JOGO?


O aborto ou os 70 bilhões de barris do pré-sal? Uns seis trilhões de dólares; o maior impulso industrializante do país desde Vargas? Quais valores, esses ou os da falsa água benta de Serra? Se prevalecer o modelo tucano de exploração, o pré-sal vira remessa de lucros e exportação de óleo bruto nas mãos das petroleiras internacionais. Perde-se seu efeito multiplicador numa cadeia de suprimento industrial da ordem de 55 mil itens, desde plataformas e navios, a válvulas, aço e parafusos. O que é melhor para o Brasil? Qual é a discussão mais relevante? Porque ela não é feita no JN?

"A BALA DE PRATA PÚRPURA TRAZ A MÁCULA DA PEDOFILIA

Complacência com pedófilos na alta cúpula da Igreja sonega ao Vaticano autoridade moral sobre o voto cristão: 55% dos católicos brasileiros votam em Dilma e ignoram a aliança entre a extrema direita religiosa e política travestida em pacto anti-aborto, envelopado hoje com ares de súmula do Santo Ofício na primeira página da Folha. O Vaticano encralacrado no celibato pedófilo ainda não subscreveu a Carta dos Direitos Humanos da ONU, sob o pretexto de que ela não faz nenhuma referência a Deus e retirou seu apoio à Unicef, que defende o uso de preservativo para combater a aids e o planejamento familiar. A mesma ala da Igreja encastelada na Opus Dei, que agora apoia Serra, abençoou Salazar, em Portugal; Franco, na Espanha; Pinochet, no Chile; Videla, na Argentina e o Golpe de 64.



"Peso Positivo" --para quem?

A empresa 'Peso Positivo', PP, não tem as mesmas iniciais de Paulo Preto por acaso. Ela é de propriedade da mãe do ex-todo poderoso manda chuva do Dersa, Maria Orminda Vieira de Souza, 85 anos, e de seu genro,Fernando Cremonini, casado com sua filha,Tatiana Arana Souza, que trabalhava no cerimonial de Serra, nos Bandeirantes. As coincidências não param por aí. A 'PP', a empresa, alugou para as obras do Rodoanel, gerenciadas pelo PP, o do caixa 2 --que teria sumido com R$ 4 milhões da arrecadação eleitoral de Serra-- guindastes e sabe-se lá mais o que. A prestação de serviços se deu via subcontratação da PP, a empresa, por parte de grandes empreiteiras que, como já se divulgou, contaram com a compreensão do PP, o do caixa 2, para aditivos sobre o valor original da obra de R$ 300 milhões. (IstoÉ, via Vi o mundo; 29-20)

A ESCOLHA DE UM CERTO JORNALISMO

Presa em 1970, Dilma Rousseff foi torturada durante 22 dias. O processo resultante dessa via crucis é público. O que a 'Folha de São Paulo' cobiça com avidez eleitoral, há dois meses, é a autorização da Justiça para publicar esse documento na véspera da eleição com aromas de verdade jurídica e jornalística. Qualquer veículo democrático teria como prioridade denunciar as condições de exceção de direitos humanos vividas nessas três semanas. A Folha prefere um carimbo que legitime o fruto do pau-de-arara.

(Carta Maior; leia artigo nesta página;29-10

Nenhum comentário: