quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Serra perde em tudo
Publicado em 18-Ago-2010

Segundo um amigo que já trabalhou com o candidato ao Planalto pela oposição, José Serra (PSDB-DEM-PPS) ele é o único político que fica feliz com noticia ruim e deprimido com boas noticias. Brincadeira à parte o tucano vai precisar de muito nervo de aço - como ele afirma que possui - para enfrentar as pesquisas que eles tanto incentivaram no início da campanha.

Aguardavam-nas e esperavam-nas com ansiedade. Particularmente as do Datafolha, já que, por exemplo, a última do Vox Populi (divulgada ontem à noite) dá uma vantagem para nossa presidenciável, Dilma Rousseff (governo-PT-partidos aliados) de 16 pontos no 1º turno e 8 no 2º. Se houver, já que esta sondagem eleitoral confirma a tendência geral, já expressa em todas as pesquisas: Dilma pode vencer no 1º turno.

A questão de fundo nesse momento político nacional e estágio da campanha é a avaliação altamente positiva que a maioria do povo brasileiro faz do governo Lula, do presidente da República que apoia e queria, inclusive, que tivesse um 3º mandato. Fora o fato de que também para a maioria da população o governo tucano de FHC fracassou e Serra é seu representante.

Ruim Nas pesquisas, debates, entrevistas e agora no rádio e TV

Serra não venceu os debates e muito menos as entrevistas. Pelo contrário Dilma continuou a crescer. Resta ao tucano, portanto, o programa de rádio e TV, a propaganda eleitoral em rede nacional iniciada ontem. Mas a estréia o deixou também para trás. Outro amigo meu disse que o programa de Serra lembra o de Orestes Quércia (PMDB) candidato a presidente em 1989.

Naquela disputa o ex-arquiinimigo dos tucanos e hoje principal aliado (ao lado do DEM) de Serra fazia um relato diário do que tinha feito como governador de São Paulo. Naquele ano, como agora, o país queria uma proposta nacional e mudar. As análises e avaliações são unânimes, mesmo entre os aliados de primeira hora de Serra: O programa do PT, da candidata do presidente Lula, da Dilma, deu de dez 10 a zero no programa tucano.

Fora o detalhe que seus aliados, particularmente no Nordeste o abandonaram. Nem o citam em seus programas. A começar pelo presidente nacional do seu partido, senador Sérgio Guerra (PE) e pelo aliado carlista, deputado ACM Neto (DEM-BA.

Não foi diferente no Rio. No 1º dia de propaganda eleitoral no rádio e TV, o DEM carioca, em propaganda estrelada por seu presidente nacional, deputado Rodrigo Maia (RJ) não só não citou Serra, como não fez nenhuma menção às siglas PV-PSDB-PPS coligadas ao presidenciável tucano no Rio,

2 comentários:

Anônimo disse...

estamos esperando que vcs comentem sobre a campanha da aja julia, pois sabemos que ele não ganha para vereadora de marituba .... kkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Blogroll hyperlinks aint that great :P but i'm not the admin… :P … Just Telling :P

--------------------------------------------
my website is
http://chineseastrology.us

Also welcome you!