segunda-feira, 21 de junho de 2010

Emprego formal no Pará tem saldo positivo em maio.

Mais uma pesquisa feita pelo DIeese/PA sobre a geração de emprego formal no Estado do Pará, mostrou saldo positivo no setor. No mês de maio/2010 foram feitas em todo o Estado 24.257 admissões contra 20.086 desligamentos, tendo um crescimento de 0,72% sobre o número de postos de trabalhos em relação ao mês de abril/2010.

Uma diferença foi na comparação com o mês de abril/2009, que o balanço mostrou um saldo negativo, em detrimento a crise enconômica, onde se apresentou oportunidade em todo o Pará de 19.271 admissões contra 19.953 desligamentos, confirmando um decréscimo de 0,13%

No mês de maio/2010, a grande maioria dos Setores Econômicos do Estado apresentaram crescimento do Emprego Formal. Os Setores Econômicos do Estado que mais contribuíram para o saldo positivo de emprego foram: Setor da Construção Civil com um crescimento de 2,28%; seguido do Setor Extrativo Mineral  com um crescimento de 1,70%; Setor Comercio com crescimento de 0,73 % e Setor Serviços com crescimento de 0,64 % . 

De acordo com a analise dos dados feita pelo DIEESE/PA sobre o comportamento do Emprego formal nos demais Estados que compõem a Região Norte. No mês de maio/2010, a maioria apresentaram crescimento de empregos formais. No período o Estado de Rondônia foi quem obteve o melhor desempenho na geração de empregos formais com um crescimento de 1,37 % e um saldo positivo de 2.935 postos de trabalhos, na outra ponta o Estado com o pior desempenho foi  Roraima com queda de 0,33 % e saldo negativo de 117 postos de trabalhos .
O Balanço entre admitidos e desligados, e as variações e os saldos do Emprego Formal no mês de maio/2010 pelos Estados da Região Norte foram:

- Roraima com um decrescimo de 0,33 %  e um saldo negativo de 117 postos de trabalhos;

- Amapá  com um decrescimo de 0,28 %  e um saldo negativo de 160 postos de trabalhos;

- Pará com um crescimento de 0,72% e um saldo positivo de 4.171 postos de trabalhos;

- Acre com um crescimento de 0,80% e saldo positivo de 633 postos de trabalhos;

- Tocantins com um crescimento de 1,31% e saldo positivo de 1.542 postos de trabalhos;

- Rondonia com um crescimento de 1,37% e saldo positivo de 2.935 postos de trabalhos;

Em todo o Norte foram feitas no mês de Maio/2010, 69.064 admissões contra 57.105 desligamentos gerando um saldo positivo de 11.959 postos de trabalhos, com um crescimento de 0,83 no emprego formal. No mês de Maio/2010  do saldo total de Postos de Trabalhos gerados em todo o Norte ( 11.959 postos de trabalhos)  cerca de 35,00 % ( 4.171 postos de trabalhos) foram gerados no Pará .

Um comentário:

FLAMEL disse...

O nosso partido cumpre o que promete.
Só os tolos podem crer que
não lutaremos contra a corrupção.
Porque, se há algo certo para nós, é que
a honestidade e a transparência são fundamentais.
para alcançar os nossos ideais
Mostraremos que é uma grande estupidez crer que
as máfias continuarão no governo, como sempre.
Asseguramos sem dúvida que
a justiça social será o alvo da nossa acção.
Apesar disso, há idiotas que imaginam que
se possa governar com as manchas da velha política.
Quando assumirmos o poder,faremos tudo para que
se termine com os marajás e as negociatas.
Não permitiremos de nenhum modo que
as nossas crianças morram de fome.
Cumpriremos os nossos propósitos mesmo que
os recursos econômicos do país se esgotem.
Exerceremos o poder até que
Compreendam que
Somos a nova política.