sábado, 17 de abril de 2010

Dados da H1N1 no Pará.

A gripe por influenza A (H1N1) tem sua transmissão potencializada com maior intensidade neste período, em decorrência da freqüência das chuvas e tendência a aglomerações. É importante a manutenção epidemiológica dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), definida por sinais e sintomas clínicos de FEBRE, TOSSE E DISPNÉIA.
A análise do perfil epidemiológico das informações, no compreendido entre 03/01 a 10/04/10, foram registrados 560 casos suspeitos de Síndrome Respiratória Aguda Grave, sendo 286 descartados, 204 positivos para influenza A H1N1 e 53 estão em investigação. Dos 204 confirmados, 28 evoluíram a óbito. 

 

Nenhum comentário: