Alexandre Nardoni, condenado na madrugada do último sábado pela morte da filha Isabella, recebeu na manhã de hoje a primeira visita desde o fim do julgamento. O pai de Alexandre, Antônio Nardoni, e a mãe, Maria Aparecida, entraram rapidamente no presídio de Tremembé, no interior de São Paulo, carregando 3 sacolas e uma caixa com frutas e legumes.
Perguntado sobre o resultado do julgamento, Antônio disse aos jornalistas: "Vocês (imprensa) estavam lá, viram tudo. Infelizmente, vocês têm uma opinião e eu tenho a minha". E completou sobre a definição da pena: "O julgamento é com a defesa, a pena já estava dosada há dois anos".
Ele demonstrou ter alguma esperança em uma possível anulação do julgamento. "Neste país é difícil acreditar em alguma coisa, mas continuamos acreditando".
Na unidade carcerária feminina onde Anna Carolina Jatobá, madrasta da menina e mulher de Alexandre, está presa não havia movimentação até o fim da manhã deste domingo.