quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Unidos da Tijuca é a campeã do Carnaval do Rio..

A Unidos da Tijuca é a campeã do Carnaval do Rio de Janeiro. A escola foi a que mais levantou a torcida no primeiro dia de desfiles do Grupo Especial ao apresentar um samba-enredo sobre os grandes segredos da história. O Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos da Tijuca foi fundado em 1931. A escola foi campeã do Carnaval apenas uma vez, em 1936. Em 2004 e 2005, chegou ao segundo lugar.
Fotos: relembre o desfile da Tijuca

A escola de samba investiu em grandes carros alegóricos e numa surpresa na comissão de frente: um grupo teatral trocava de roupa no meio da avenida, usando truques de mágica. Um mágico os cobria com um grande pano e as bailarinas trocavam de roupa. Foram quatro meses de ensaio até chegar a esse resultado.

A agremiação trouxe à frente de seus ritmistas a apresentadora Adriane Galisteu, grávida de 15 semanas, desfilou com a fantasia de Dama da Máfia.

O segundo carro, muito aplaudido, foi decorado com flores como samambaias e coqueiros de verdade – fontes também jorravam água na alegoria. A ideia era representar os jardins suspensos da Babilônia, uma das sete maravilhas do mundo, construídos pelo rei Nabucodonosor.

Outra alegoria que causou muita comoção foi o quarto carro, chamado Na Calada da Noite, que representava o mundo dos super-herois. Homens vestidos de homem-aranha escalavam a alegoria, enquanto batmans desciam por uma rampa usando uma espécie de esqui.

O segundo carro da Unidos da Tijuca, chamado “Um Jardim em Segredo”, chegou a ter problemas para fazer a curva antes de entrar na Marquês de Sapucaí. A alegoria teve de ser desmontada e remontada momentos antes de entrar na avenida, o que não . A frente do carro foi removida e os passistas tiveram de correr para poder colocá-lo em andamento.

Não é mais segredo: a Tijuca tem samba-enredo!

Desvendar esse mistério
É caso sério, quem se arrisca a procurar
O desconhecido, no tempo perdido
Aquele pergaminho milenar
São cinzas na poeira da memória
E brincam com a imaginação
Unidos da tijuca, não é segredo eu amar você
Decifrar, isso eu não sei dizer
São coisas do meu coração

Eu quero ver esse lugar
Que o próprio tempo acabou de esquecer
Meu deus, por onde vou procurar
Será que alguém pode me responder

Quem some na multidão
Esconde a sua verdade
Imaginação, o herói jamais revela a identidade
Será o mascarado
Nesse bailado um folião?
A senha, o segredo da vida
A chave perdida é o “x” da questão
Cuidado, o que se vê pode não ser… Será?
Ao entender é melhor revelar
No sonho do meu carnaval
Pare pra pensar, vai se transformar
Ou esconder até o final?

É segredo, não conto a ninguém
Sou tijuca, vou além
O seu olhar, vou iludir
A tentação é descobrir

Nenhum comentário: