sábado, 13 de fevereiro de 2010

Mais 3 mil policiais reforçarão a segurança no estado e em Santa Luzia, no Carnaval 2010


Representantes dos órgãos de segurança pública do Estado informaram em entrevista coletiva, na tarde desta segunda-feira (8), na sede do Comando Geral da Polícia Militar, as ações previstas na "Operação Carnaval 2010", da qual também participam o Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) e a Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Estado do Pará (Hemopa). O reforço no efetivo das corporações neste trabalho integrado é de quase 3 mil homens, dos quais cerca de 2.100 são policiais militares, 130 policiais civis e 130 do Corpo de Bombeiros.


A operação de segurança estará nas estradas, nos municípios da Região Metropolitana de Belém e do interior, que recebem grande número de foliões, além de locais estratégicos, onde é registrada maior incidência de tráfico de drogas, cuja tendência é aumentar no período carnavalesco. Haverá reforço, por exemplo, de policiais civis em Salinópolis (28 homens, 3 viaturas e 6 motos), Bragança, Marudá e Vigia (19 policiais, duas viaturas e três motos) e Cametá (três policiais).


O coronel Augusto Leitão, coordenador geral das ações de segurança do "Carnaval 2010", ressaltou o trabalho de prevenção nas casas penais e presídios, onde as revistas dos detentos serão reforçadas. O investimento total da Polícia Militar para o carnaval é de R$ 500 mil, que inclui o pagamento de diárias dos policiais, combustível, alojamento, alimentação e despesas administrativas.


Denominada "Folia da Paz", a iniciativa da PM pretende reforçar o policiamento em 33 municípios paraenses. Dos mais de 2 mil policiais destacados para reforçar o efetivo, 733 serão deslocados para o interior e 1.300 ficarão na capital. Salinas, Mosqueiro, Bragança, Marudá, Vigia e Cametá receberão 60 policias e outros 60 ficarão nas áreas de rodoviárias. O coronel Leitão frisou os resultados da operação Carnaval 2009, quando não houve nenhum registro de morte por acidente provocado por ingestão de álcool.


Detran - Para manter a segurança, postos do Detran e das Polícias Rodoviárias Estadual e Federal vão intensificar a fiscalização nas estradas, nos pontos mais movimentados. Representantes do Departamento de Trânsito informaram que serão utilizados bafômetros e observados casos de ingestão de bebida alcoólica, excesso de velocidade e de lotação de veículos, além de outras infrações. As pessoas também estar alertas sobre a regularização dos veículos, que só pode ser feita nos postos do Detran.


O Departamento de Trânsito estará presente em Belém (distritos de Outeiro e Mosqueiro), nos demais municípios da Região Metropolitana, e também nos municípios de Salinas, Bragança, Marapanim, Curuçá, Vigia, Cametá, Tucuruí, Altamira, Óbidos, Santarém (vila de Alter do Chão) e Conceição do Araguaia.


Prevenção - O tenente-coronel Mário Morais, comandante de Operações do Corpo de Bombeiros, explicou que a ação da corporação está dividida em três momentos: na Aldeia Amazônica David Miguel (onde acontece o desfile de blocos e escolas de samba), Operação Guarda-Vidas e Segurança nas Estradas.


Além dos 130 homens destacados para intensificar o trabalho dos Bombeiros, haverá viaturas-resgate, lanchas e oito motos-resgate - incorporadas, ano passado, para agilizar os atendimentos, pois garantem mais agilidade nos primeiros socorros e no combate à incêndio. Helicópteros também estarão a postos.


Em parceria com as polícias rodoviárias e demais órgãos de segurança, o Corpo de Bombeiros atuará, especialmente, nas entradas da Alça Viária, da Vila de Mosqueiro, e dos municípios de Santa Luzia do Pará e Nova Timboteua.


Nas praias e balneários, 362 homens, entre guarda-vidas e socorristas, orientarão a população sobre segurança. Na Aldeia Amazônica, 162 homens trabalharão em sistema de revezamento, durante os desfiles das escolas e blocos.


Polícia Civil - As medidas de segurança adotadas pela Polícia Civil envolvem o reforço da segurança em 21 municípios, que receberão 130 policiais, concentrados principalmente na região nordeste, onde as praias são bastante visitadas nesta época. A Polícia Civil garantirá ainda o deslocamento dos presos das delegacias, para evitar superlotação das celas no período carnavalesco.


O delegado de Polícia Civil no Interior, Miguel Cunha, frisou que uma das principais metas das operações, realizadas em conjunto com a PM, é bloquear a comercialização de drogas e prender traficantes, que atuam nos locais mais frequentados. Miguel Cunha lembrou que, há duas semanas, foram apreendidos 15 quilos de cocaína em Vigia e, na semana passada, houve uma grande apreensão de maconha em Moju, onde foram queimadas 17 roças.


A "Operação Disque Silêncio" será intensificada nos municípios de Vigia, Salinas e Bragança. Já o "Disque Silêncio" estará em Moju e Salinas, e o DPA (Divisão de Polícia Administrativa) em Mosqueiro e Salinas.


Além da Região Metropolitana, serão ampliadas as ações em municípios e localidades do nordeste do Estado e nas regiões do Baixo Amazonas (Óbidos e Santarém), Baixo Tocantins (Abaetetuba, Barcarena e Cametá) e Sul do Pará.


Saúde - O Hemopa também participa da operação Carnaval 2010 do governo do Estado com campanha iniciada na semana passada, denominada "Bloco da Solidariedade", e que prossegue até a próxima quinta-feira (11). A campanha envolve hemocentros e núcleos da capital e do interior, visando estimular as doações para abastecer o estoque técnico de sangue durante o carnaval, quando a demanda quase sempre aumenta.


Durante a coletiva, também foi divulgado que na próxima sexta-feira (12), às 8h, na barreira da Polícia Rodoviária Federal de Benevides, será lançada o policiamento conjunto do Corpo de Bombeiros e das Polícias Rodoviárias Federal e Estadual.


Serviço: Todos podem colaborar com o trabalho dos órgãos de segurança e denunciar abusos. Os números do Disque Silêncio são (91) 9987-9712 e 9984-1462. As ligações também podem ser feitas para o 190 e Disque Denúncia - 181. Os telefones do Hemopa são o (91) 3242-9100 e o 0800-2808118. Podem doar homens e mulheres com idade entre 18 e 60 anos, com peso igual ou acima de 60 quilos.

Nenhum comentário: